Como conseguir cobertura do valor de um carro

Cobertura de seguro. Já ouviu falar disso? Eu não, até que precisei dela. Depois de se envolver em um acidente de carro que acabou com meu carro de dois anos, descobri que não tinha o tipo de seguro mais importante que eu deveria ter – a extensão de valor do carro.

A extensão de valor do carro cobre a diferença entre o que a companhia de seguros diz que seu carro vale com o que ainda há de ser pago de seu empréstimo. Quando você for comprar um carro novo ou usado ou até mesmo um carro usado mais novo, este tipo de seguro é essencial. Caso contrário, você pode descobrir que tem milhares de reais para pagar de seu outro empréstimo de carro.

Quando você tira seu carro da concessionária, ele provavelmente vai perder de 20% a 30% do valor. Se seu carro de $ 20.000 perde 20%, você pode não ter $ 4.000 se tiver um acidente depois de sair da concessionária. Em seguros sem cobertura do valor do carro, você não têm proteção, nem qualquer forma de obter de volta o dinheiro perdido quando à companhia de seguros te pagar.

Geralmente seguros com cobertura do valor do carro estão disponíveis por um preço razoável. Ele custa de $ 100 até 4% ou 5% do preço do carro. Pesquise antes de tomar qualquer decisão sobre seguros. Saiba por que um seguro é mais caro que outro, e se houver um contrato melhor em outra seguradora, considere a hipótese de fazer a mudança.

  • Verifique com sua atual seguradora: Converse com sua atual seguradora sobre a disponibilidade do seguro com cobertura do valor do carro. Geralmente os seguros abrangem roubos e acidentes, mas não se esqueça de ler atentamente o contrato. Se você não puder obter o contrato da seguradora atual, você deve considerar buscar uma nova seguradora ou um veículo mais antigo.
  • Para veículos mais antigos: Se o carro não for novo, você pode não conseguir um seguro com cobertura do valor do carro. Converse com sua seguradora, já que algumas empresas estão dispostas a oferecer esse tipo de seguro para qualquer carro, ou pelo menos para carros mais novos.
  • Para carros alugados: Geralmente o aluguel inclui cobertura do valor do carro, mas não conte com isso. Se for alugar um carro, você deve ler atentamente o contrato para verificar todos os termos, incluindo a cobertura do valor do carro. NUNCA alugue um carro que não inclua esse tipo de seguro no contrato. Se o carro tiver perda total, você deve o valor que sobra, muitas vezes a ser pago imediatamente.
  • A oferta da concessionária: Quando você comprar seu carro, a concessionária irá provavelmente tentar fazer você aceitar em pagar uma quantia a mais. Uma destas será provavelmente o seguro de cobertura do valor do carro. Você pode falar com tal concessionária sobre como adquirir tal seguro, mas provavelmente vai custar muito mais do que se você comprar de sua seguradora atual ou futura.


Se você for comprar um carro novo ou alugar um carro, o seguro de cobertura do valor do carro não é uma opção: é uma exigência. Você simplesmente não pode se dar ao luxo de negligenciar esse tipo de cobertura. Caso contrário, você pode descobrir que não tem o carro e o dinheiro para comprar um novo. Se você tem um carro usado mais recente, dê o máximo para encontrar uma cobertura boa ou escolher um carro que não vá se depreciar tão rapidamente. Acredite, se um dia você precisar de tal cobertura, você ficará feliz de ter pago por ela.