Como evitar a perda de pontos e reduzir infrações de trânsito que constam em sua carteira de motorista

Qualquer pessoa que tenha uma carteira de motorista deve conhecer bem o sistema de pontos da carteira de motorista. Os pontos, por vezes conhecidos como pontos negativos, podem ser tirados para uma carteira por infrações de trânsito em tudo, desde ser parado por infrações de tráfego, a direção perigosa ou jogar lixo em via pública. Os pontos também podem ser tirados após um acidente de carro (para a parte culpada, é claro). E, devido a que uma grande perda de pontos pode resultar na suspensão da licença para dirigir, é importante manter alto o saldo de pontos. Aqui estão algumas dicas sobre como evitar a perda de pontos em sua carteira de motorista:

  • Vá a um tribunal para contestar uma acusação de infração de trânsito. Se você foi multado por uma infração menor que acha que não cometeu, não admita, simplesmente, pagando a multa. Vá a um tribunal para defender-se. Muitas vezes o policial está contando com você não aparecer. Indo ao tribunal, você mostra que está falando sério, e pode ter a infração e a multa apagados de seu registro, sem perder os pontos correspondentes.
  • Ao longo do tempo, os pontos vão desaparecer de seu registro. Se você for diligente sobre dirigir com segurança e não permitir que mais pontos sejam retirados de seu registro, as infrações antigas serão removidas do seu registro e você recuperará estes pontos. Lembre-se de que direção segura é a única forma de garantir que o seu registro vai ficar limpo.
  • Faça um curso de direção defensiva. Ok, você fez a auto escola, aulas teóricas e práticas e... ? Tem certeza de que sabe tudo o que precisa para garantir a segurança no trânsito? Sua, dos passageiros em seu veículo, dos outros motoristas e dos pedestres? O que? Você nem se lembrava que todas estas pessoas estão por aí em volta, quando você dirige? Bem, SURPRESA: elas estão! E, a segurança no trânsito é responsabilidade de quem? Do guardinha que aplica as multas? Das crianças que não olham para os lados, quando vão atravessar uma rua? É, você adivinhou: segurança no trânsito é responsabilidade, principalmente, dos condutores dos veículos. Não é culpa sua se uma criança se solta da mão dos pais, sai correndo e se choca justamente contra o seu carro. Realmente não é. Mas era você quem estava dirigindo, e portanto é sobre você que vai recair toda a incomodação. A começar por comprovar que não foi culpa sua; seus documentos estão em ordem, você estava dentro do limite de velocidade e usando cinto de segurança, você não estava bêbado, blá, blá, blá... Tudo o que você aprendeu na auto escola, e respondeu corretamente nos seus exames para fazer a carteira de motorista (inclusive, a sua nota foi uma das mais altas da história do DETRAN no seu estado, não foi?). Não é esta a questão (se a culpa foi sua ou não, se você fez tudo certo ou não).

    Sem dúvida alguma você vai conseguir testemunhas que dirão a verdade, o que realmente aconteceu. Também não é esta a questão.
        

    A questão é que há cuidados e técnicas que você pode seguir para reduzir as possibilidades de os acidentes acontecerem, mesmo quando você não tinha obrigação de se preocupar com o que causou o acidente. Por exemplo, uma criança que aparece correndo no meio da rua, de repente. Estes cuidados e técnicas (de que falamos acima) são ensinados nos cursos de direção defensiva.

    E, se você aprende a prestar um pouco mais de atenção do que manda a lei (ok, você pode se orgulhar de si mesmo, e chamar a isto “Direção Altruísta”! Ficou melhor assim?), na prática isto garante que você vai prestar atenção ao mínimo necessário exigido por lei. Resultado: tcharan, está garantido que você vai se distrair menos, meter-se em menos irregularidades no trânsito e... cometer menos infrações (ou seja, receber menos multas, e perder menos pontos na carteira)! Certo?