Como escolher fontes de alimentação para seu computador

Uma unidade de alimentação de energia (PSU) é um dos componentes mais críticos do gabinete do seu computador. Se a CPU é o cérebro, a PSU é o coração e se o coração falhar, o sistema morre. Se você está construindo um novo computador, substituindo uma PSU morta, ou apenas atualizando um computador menos potente, há diversos fatores a serem considerados quando decidir qual comprar.

1.    Dimensões físicas: a maioria das fontes de alimentação e gabinetes é desenhada em torno do fator de formato ATX. Entretanto, alguns gabinetes menores requerem um dos menores fatores de formato, como MiniATX, MicroATX ou FlexATX. Olhe nas especificações da PSU que está sendo substituída ou no gabinete para ver qual fator de formato você precisa.

2.    Conectores: Por muitos anos, todas as placas-mães usavam conectores de alimentação de 20 pinos. Entretanto, a força exigida dos novos slots PCI-E geraram um novo conector de 24 pinos. Embora existam adaptadores para permitir ligar PSU’s de 20 pinos em conectores de 24, fazer isso colocará tensão desnecessária na fonte de alimentação.

3.    Ventilação: a maioria das PSU já tem ventilação adequada. Alguns têm ventiladores duplos, extraindo o ar da frente do PC para manter o computador mais frio.  Alguns argumentam que o ar de entrada coloca pressão sobre os componentes PSU, mas não há uma evidência clara se um ventilador ou dois é definitivamente melhor para seu sistema.

4.    Barulho: Os ventiladores de PSU provavelmente serão os componentes mais barulhentos de seu sistema, e como a PSU é montada diretamente no gabinete, a vibração dos ventiladores é normalmente mais barulhenta já que o gabinete inteira vibra. Quanto barulho é demais depende de cada um e do papel do PC. PSU’s podem ser encontradas com ventiladores mais silenciosos ou até mesmo sem ventiladores, embora estas unidades tendam a funcionar com maiores temperaturas e/ou são mais caras.  Análises de PSU’s silenciosas podem ser encontradas em sites como “Silent PC Review”.

5.    Cartões de vídeo duplo: se você está planejando rodar cartões de vídeo duplos, tenha certeza que a PSU seja avaliada com certificado SLI (para cartões NVIDIA) ou ATI CRossFire Ready (para cartões ATI).

A decisão mais importante é quão poderosa PSU seu sistema necessita. Um sistema de baixa energia pode sofrer de problemas de hardware e o componente falhar. Um sistema ultra-potente apenas gasta seu dinheiro e gera calor desnecessário. Então, o que escolher?

Um método bastante simples: sistemas de computadores padrões estarão bem servidos com uma PSU de 350W. Note que os sistemas padrões funcionam com uma voltagem PSU muito menor na tentativa de aumentar a margem de lucros. Um sistema mais poderoso pode requerer 450W ou mais.

•    Um método menos simples: comece com 100W. Adicione 50W para cada disco rígido, drive de CD ou DVD. Adicione 50-100W para cada cartão de vídeo e CPU (maior consumo de energia para mais componentes). Aumente a memória próxima de um GB e adicione 50W por GB. Então, uma típico sistema de provisão seria 100W + 50W (disco rígido) + 50W (drive do DVD) + 50W (cartão de vídeo) + 50W (CPU) + 50W + (512MB de memória, ampliada para 1 GB) = 350W.


•    O método complicado: fontes de energia podem funcionar em três grades: 3.3v, 5v e 12v. Calcule cada componente, desde o teclado até cada ventilador, e liste suas exigências de corrente em ampéres para cada grade. Some as exigências de cada grade e adicione 25% para compensar a eficiência da PSU e expansão futura. Encontre uma fonte de alimentação que possa fornecer essa corrente para cada uma.

Uma vez que você tem todas as exigências para a PSU, agora é hora de ir à internet e procurar por análises de modelos específicos. Fique longe de marcas genéricas ou baratas e fique com as de qualidade, como Antec, Enermax, ThermalTake ou PC Power&Cooling. PSU’s de baixa qualidade podem gerar oscilações e ineficiência na alimentação, o que pode danificar componentes do sistema. Poupar 20 dólares agora pode custar centenas de dólares em componentes com problemas daqui um ano.