Como usar htaccess PHP para redirecionamentos 301 e redirecionamento de nomes de domínios

O .htaccess é uma ferramenta simples e efetiva para sites, para redirecionamentos 301 e redirecionamentos de nomes de domínio. Neste artigo, você aprenderá como gerar um arquivo .htaccess simples para requisitar um redirecionamento 301 para uma página que você está movendo para uma nova URL, e como redirecionar um nome de domínio para um site ou uma página em específico. Observe que estas instruções aplicam-se a servidores rodando PHP.

O arquivo .htaccess instrui o servidor da web sobre como lidar com certas requisições feitas por um navegador web ou por um motor de busca bot. O .htaccess pode lidar com múltiplas solicitações, incluindo o bloqueio de endereços IP e motores de pesquisa bot, todos ao mesmo tempo. O comando de redirecionamento 301 é utilizado quando a localização estabelecida da URL página web é modificada, e deseja-se preservar a indexação e ranking da mesma nos motores de busca. Ele retorna uma resposta de servidor "movido permanentemente" e é uma solução muito mais segura do que um "meta refresh".

Para o redirecionamento de nomes de domínio, a maior parte dos proprietários de sites têm mais de uma versão de um nome de domínio apontando para um único site. Um exemplo é a versão numérica de um nome de domínio como Secao1LutaRomana que aponta para uma versão alfa de SecaoUmLutaRomana. Alguns serviços de registro de domínio oferecem serviços de redirecionamento de nomes de domínio, mas esteja ciente de que alguns não fornecem um redirecionamento favorável para mecanismos de busca. É muito mais seguro fazê-lo você mesmo através de seu arquivo .htaccess, e evitar os problemas em potencial que você poderia ter (você quer ter reduzido o tráfego para seu site, mesmo que seja temporariamente, porque os bots vão ter que analisar e classificar novamente o seu site?).

  • Para criar o seu arquivo .htaccess, abra um editor de texto como o Bloco de Notas no Windows. Você pode salvar o arquivo como .htaccess agora, ou alterar o nome e salvá-lo depois que digitar seus dados no arquivo. Para salvar o arquivo, clique em Arquivo, Salvar como..., e então digite .htaccess na caixa de diálogo "Salvar como". No menu suspenso "Salvar como tipo" selecione "Todos os arquivos" e clique no botão "Salvar". Não há extensões de arquivo associadas ao arquivo .htaccess.



  • Se você ainda não tiver feito isso, deve também encaminhar seu nome de domínio não-WWW para a versão completa URL WWW. Isto irá evitar que os motores de busca indexem duas versões de seu site, penalizando-o por conteúdo duplicado.

    Para adicionar o código ao seu arquivo .htaccess, para transmitir a sua URL não-WWW URL para a URL WWW plena:

    Options +FollowSymLinks
    RewriteEngine on

    RewriteCond %{HTTP_HOST} ^MyMainDomainName.com [NC]

    RewriteRule ^(.*)$ http://www.MyMainDomainName.com/$1 [L,R=301] 

  • Envie o arquivo .htaccess para o servidor no diretório raiz do site. O diretório raiz é a pasta principal, onde está localizado o arquivo Index.html. Você está quase pronto, mas ainda há mais uma coisa a fazer, que é testar a funcionalidade do seu  arquivo .htaccess arquivo, digitando as páginas e URLs antigas para ter certeza de as páginas que aparecerão são as corretas.

Dicas Rápidas:

  • Quando estiver editando um arquivo .htsccess que você já tinha e já estava em uso, proceda da seguinte forma:

    • crie duas cópias do arquivo original no seu computador local (não diretamente em seu site), uma para backup e outra para trabalho;
    • no seu computador, altere a cópia de trabalho, conforme as necessidades de seu projeto;
    • envie a cópia de trabalho para o servidor, substituindo a original que estava em uso;
    • teste a sua alteração;
    • faça e teste alterações parciais, não faça alterações extensas, e nem todas de uma vez só, porque será mais difícil e confuso testar e manter o controle;
    • repita os passos de 2 até 4 tantas vezes quantas forem necessárias para você completar as alterações que pretende fazer;
    • se houver imprevistos, envie a cópia de backup do arquivo original (que estava funcionando corretamente) de volta para o servidor, deixe-a em uso, e faça as alterações em outra oportunidade. Deixar uma versão antiga e sem alterações do arquivo funcionando será para você um problema menor do que deixar uma versão incorreta no servidor;
    • trabalhando desta forma, por partes, você sempre tem a opção de fazer alterações parciais, e não é obrigado a deixar todas as alterações prontas e funcionando corretamente em uma única sessão de edição de seu arquivo .htaccess.


Lembre-se, você só precisa de um caractere incorreto para fazer um comando deixar de funcionar.