Como por em prática o ensino adaptativo

Para que os professores possam compreender como se põe em prática as técnicas de ensino adaptativo, eles devem primeiro compreender os objetivos e procedimentos do mesmo. O ensino adaptativo visa chegar a todos os alunos, independentemente do seu nível de aprendizagem ou de sua condição socioeconômica O objetivo do ensino adaptativo é instruir cada aluno com base em suas necessidades individuais.

•    Benefícios - Qualquer aluno pode se beneficiar da prática de ensino adaptativo. O objetivo deste ensino é instruir cada aluno com base em seus pontos fortes e fracos. A fim de conseguir isso, no entanto, os professores devem se familiarizar com as habilidades de cada aluno e experiências, bem como seu nível socioeconômico. Os professores devem também reconhecer que os alunos aprendem de maneiras diferentes, e precisam de diferentes tipos de instrução, a fim de ter sucesso.

•    Instrução - Para que a prática do ensino adaptativo realmente funcione, os professores devem centrar as suas técnicas instrutivas sobre as necessidades de cada aluno. Por exemplo, em alguns casos, o aluno irá se beneficiar no sistema por pares, em que um aluno de nível mais baixo estará em dupla ou em parceria com um estudante de nível superior. No entanto, os outros alunos podem não trabalhar bem com este tipo de associação, e seu desempenho será melhor se eles forem autorizados a trabalhar de forma independente, e com a orientação só do professor. Em alguns casos, equipes cooperativas são formadas, compostas por estudantes de nível superior e inferior. Em grupo, ou em trabalho cooperativo, é atribuído a cada aluno um determinado trabalho ou responsabilidade, para que todos tenham a oportunidade de fazer a sua parte.

•    Ambientação - a construção de uma sala de aula tem um papel importante na forma como o ensino adaptativo será realmente implementado. A configuração da sala de aula deve ser propícia as necessidades individuais dos alunos, com áreas criadas para a instrução individual e de pesquisa, bem como áreas designadas para os alunos que irão se beneficiar de trabalhos em grupo. Os materiais devem ser exibidos para acesso fácil, e vários níveis de aprendizagem devem ser abordados com estes materiais, tornando mais fácil para o aluno estudar em seu próprio nível individual e em seu próprio ritmo de aprendizagem.

•    Gestão – A gestão da sala de aula é extremamente importante. Um professor deve estar apto a enfrentar os desafios que o ensino adaptativo oferece. Porque os alunos podem trabalhar em diferentes projetos, em diferentes níveis. Um professor deve ser capaz de manter a ordem e a rotina, e ao mesmo tempo, incentivar a aprendizagem em vários níveis ao longo do dia. Os níveis de ruído podem causar prejuízo aos alunos que precisam de um ambiente mais calmo para trabalhar. Áreas separadas podem ser isoladas, para permitir um ensino mais individual e, ao mesmo tempo a supervisão de todas as salas de aula.


•    Grupo de apoio - A prática de ensino adaptativo deve também depende fortemente de uma equipe de apoio composta por professores, administradores, pais, e a comunidade como um todo. Em alguns casos, os patrocinadores da comunidade podem ser incentivados a participar. Esta participação poderá incluir contribuições monetárias para adquirir material escolar e artigos extracurriculares, ou a participação realmente pode estimular líderes comunitários a entrar em sala de aula e falar aos estudantes, oferecendo orientação e, em alguns casos, a instrução individualizada em habilidades de trabalho. Pais, professores e administradores devem se reunir regularmente em relação às necessidades de cada aluno, bem como o seu progresso.

Dicas rápidas:

    A gestão da sala de aula, e a intervenção do grupo são duas áreas importantes no ensino adaptativo.

    O ensino adaptativo deve centrar-se nas necessidades individuais do aluno e no índice de aprendizagem.

Links úteis:

National Education Association (Associação Nacional de Educação)