Como conseguir ajuda para os problemas no casamento

Se você é parte de um casal e seu casamento está em apuros você pode estar se perguntando o que pode ser feito para corrigir seus problemas no casamento. Você pode ter considerado chamar um conselheiro ou apenas tentar resolver isso sozinha. Não importa o caminho que você escolher, se você está tentando resolver isso, você está no caminho certo.

Dependendo do nível dos problemas que vocês têm no casamento, pode ser bastante complicado e trabalhoso curá-lo. Mais de 50% dos casamentos falham. Esta estatística não é agradável de se pensar, mas é a verdade. O principal fator que você precisa manter em mente é que seu casamento é importante para vocês. Caso contrário, vocês não estariam procurando por ajuda em primeiro lugar. Vocês teriam simplesmente desistido um do outro.

Se você está lendo este artigo, você pode estar à procura de orientação sobre os problemas que voce e seu cônjuge estão tendo. Em vez de tomar o caminho mais fácil e optar pelo divórcio, você resolveu pegar parte do seu tempo para tentar corrigir aquilo que pode ter sido quebrado. Você admitiu para si mesmo, ou vocês dois admitiram, que há um problema. Agora vocês precisam encontrar uma forma de curar a ferida antes que fique fora de controle. Você pode usar as dicas a seguir para encontrar a informação de que necessita para tentar salvar seu casamento.

  • Conversem um com o outro. Você pode estar pensando que vocês tem feito isso, mas realmente tem? Você realmente ouve quando o seu cônjuge fala? Quando vocês conversam, vocês discutem as ideias calmamente ou sempre acabam gritando um com o outro? 
Vocês precisam ser capazes de se comunicar de forma racional. Se há problemas, isso significa que um ou os dois de vocês provavelmente estão magoados, e portanto acabam machucando o outro. No entanto, é preciso tentar superar isto, e sempre se lembrar do motivo pelo qual vocês se casaram em primeiro lugar.  Olhem as feridas antigas e discutam os seus sentimentos. Nunca condene ou puna o seu cônjuge por seus sentimentos. Lembre-se que qualquer coisa que ele te disser nesse momento, é como ele realmente se sente. Você pode não enxergar olho a olho, mas você não têm o direito de dizer que os sentimentos do seu parceiro são errados. 
Se vocês amam uns aos outros, e você quer que seu relacionamento funcione, você terá que ouvir o que seu parceiro está dizendo e tentar encontrar uma maneira de mudar como ele se sente, para que vocês possam lidar com os problemas que estão enfrentando.
  • Tente comunicação não-verbal. Se vocês acham que estão julgando muito rapidamente um ao outro durante uma sessão de comunicação, vocês podem preferir experimentar algumas formas não-verbais de comunicação. Um desses métodos é a escrita. Separe algum tempo para escrever os seus sentimentos em um diário. Documente todas as coisas que você está sentindo. Responda algumas das perguntas seguintes.
    • Porque é que você se casou com sua/seu esposa/marido?
    • Quando é que os problemas do seu casamento começaram?
    • Qual/Quais você acha que foi/foram a(s) causa(s) desses problemas?
    • Por que você quer consertar o seu casamento?
    • Você acha que seu casamento pode ser salvo?
    • Como é que estes problemas fazem você se sentir?
    • O que você está disposto a fazer para resolver os problemas do seu casamento?
    Além destas questões, você deve escrever tudo que achar importante que seu cônjuge saiba, e que você não está muito certo em como lhe dizer verbalmente. Isto permite que ele saiba o que você pensa, mas também tenha tempo de processar a informação antes de comentar com sua opinião. O calor do momento não será um problema como seria em uma conversa verbal. Às vezes palavras escritas fazem mais sentido do que uma discussão verbal. 
Outros possíveis métodos de comunicação não-verbal podem incluir: mensagens instantâneas, escrever e-mails um para o outro, escrevendo poesia para explicar seus sentimentos, atuando os seus sentimentos, a gravação de um vídeo de você mesmo explicando como você se sente, para que seu cônjuge possa assistí-lo em seu próprio tempo, e enviar uma carta ao seu cônjuge. 
Dependendo do que você e seu cônjuge ficam mais confortáveis em fazer, você pode escolher um ou todos estes métodos ou você pode inventar um outro método não-verbal.
  • Procurar ajuda de fora. Vários métodos de aconselhamento podem ajudar casais. Você poderia procurar um tradicional terapeuta de casais, um conselheiro de sua igreja se você for religioso, ou até mesmo um amigo ou familiar para mediar suas sessões de comunicação. Muitos casais têm encontrado ajuda em retiros para casais que estão se desentendendo. Estes retiros colocam casais fora da sua rotina e do que estão habituados, e os colocam na floresta ou outra localização isolada. Longe da rotina diária, eles possuem uma ótima oportunidade de resolver os seus problemas. Em última análise, você deve determinar que o que você sente é necessário para o seu relacionamento. A coisa importante a se lembrar é que não faz sentido procurar ajuda se você não está indo para ouvir os conselhos que lhe são dados. Se você estiver preso nas suas ideias e não estiver disposto a se comprometer é melhor nem considerar a opção de terapia porque ela provavelmente não irá ajudá-lo. 
Vocês têm que estar dispostos a mudar e se comprometer, caso contrário, é provável que vocês acabem se divorciando.
  • Se tudo correr bem, estes métodos irão ajudá-los a melhorar seu casamento. Lembre-se, a coisa mais importante a fazer neste momento é escutar uns aos outros. Reservem um tempo para se lembrar por que vocês foram casados, em primeiro lugar, e talvez vocês sejam capazes de se concentrar mais em seu relacionamento e menos nos aspectos negativos da sua vida que têm causado seus problemas conjugais.