Como fazer deduções fiscais para atores e artistas

Atores, cantores, dançarinos e outros artistas enfrentam alguns desafios ao tentar preparar suas declarações fiscais. Pagamentos irregulares, gastos incomuns relacionados aos negócios e renda suplementar sob a forma de trabalhos "regulares" todos se somam a um retorno de imposto mais complicado que a média. Muitos artistas acabam com uma combinação de tipos de rendimentos: os rendimentos de salários e rendimentos regulares de auto-emprego. Renda dos salários envolve um salário regular com todas as taxas adequadas retidas.Renda de trabalho por conta própria pode ser na forma de dinheiro, cheque, ou de mercadorias, sem retenção de qualquer espécie. Os gastos ligados às empresas são deduzidos de maneira diferente para cada tipo de renda, e você terá que completar vários formulários diferentes, a fim de fazê-lo. Examine as diretrizes abaixo para determinar a maneira correta de deduzir suas despesas.

  • Se você recebe um salário regular: Se você tem um show que durou mais de algumas semanas, é provável que você irá receber o pagamento dos salários regulares com todos os impostos retidos. No final do ano, o empregador vai emitir um formulário W-2. Se esse salário é para o trabalho regular relacionados com entretenimento (e não apenas por servir mesas para manter a renda mensal),você irá deduzir as despesas relacionadas em um anexo A, em "reembolso de despesas comerciais do empregado", ou no Formulário 2106, que te dará o total a colocar no anexo A. O tipo de despesas que vai aqui:
    • Dívidas do sindicato
    • Vesturário: uniformes, figurinos, sapatos especiais (sapateado, balé, personagens, ou qualquer outra coisa que não é adequada para usar no dia-a-dia) maquiagem teatral, e perucas.
    • Limpeza de vestuário de trabalho.
    • Educação: Cinema, aulas de dança ou voz, ou outra educação relacionada com melhorar ou manter suas habilidades de performance.
    • Fotografias, vídeos e CDs usados para auto-promoção e marketing.
  • Se você é considerado um contratante independente: Os contratados independentes são pagos em dinheiro ou cheque, sem retenção de qualquer espécie. Isso significa que você é responsável por todos os impostos pagos ou retidos normalmente pelo seu empregador, o que é chamado de tributo do Auto-Emprego. Para fazer as suas deduções, você vai precisar completar o anexo C, que divide as despesas em mais detalhes. Além dos itens listados acima, você provavelmente terá itens nas seguintes categorias:
    • Publicidade: materiais promocionais e de marketing vão aqui, assim como todos os anúncios que você coloca oferecendo seus serviços.
    • Honorários profissionais e legais: as comissões a agentes, honorários advocatíciosce taxas da preparação do imposto vão aqui. Você também pode colocar aqui a contribuição sindical se a participação não está vinculada a nenhum trabalho específico.
    • Despesas pessoais / transporte: Controle o consumo de gasolina para testes, guarde os recibos de ônibus ou metrô, e guarde as informação e bilhetes de avião e trem.
    • Seguro: Qualquer seguro especial ou caução exigida por causa de seu trabalho. NOTA: O seguro de saúde é descontado em outros lugares, por isso não inclua isso aqui.
    • Suprimentos: Calçados, roupas, maquiagem e material de escritório vão aqui.
    • Outros: Postagens, telefone celular, se dedicado exclusivamente ao trabalho, fax ou valores de fotocópias, aulas, materiais de referência, assinaturas, e qualquer coisa relacionada à obtenção ou execução de trabalho. Em caso de dúvida, guarde o recibo, anote para que era,  e pergunte ao seu advogado ou profissional de imposto.
  • Se você tiver uma combinação de tipos de renda: Você será melhor  subtraindo o máximo de despesas que você puder no anexo C, uma vez que irá diminuir a sua taxa de auto-emprego. Se uma despesa refere-se a ambos os tipos, ou coloque tudo no C ou divida-o e coloque um percentual no C. Não minta, mas reserve um tempo para descobrir o que pode ser legitimamente deduzido contra cada tipo de renda.
  • Se tudo isso parece complicado ou confuso: Vá a um contador profissional. A coisa mais importante para você fazer é manter o controle de suas receitas e despesas; você sempre pode pagar alguém para colocar tudo no lugar certo e na forma certa para você. Mas manter bons registros é crucial. Mesmo os melhores profissionais de imposto não podem te economizar dinheiro ou mantê-lo longe de problemas, se você não tiver bons registos. Guarde todos os recibos, mesmo se você apenas jogue-os um grande envelope marcado "Impostos". Anote as despesas diárias em qualquer tipo de calendário que você usa para agendamentos. A Receita Federal gosta de ver as coisas por escrito.