Como escrever um romance passo-a-passo: desenvolver personagens fictícios

Ouvi dizer que Ellery Queen sentou-se em sua varanda, na Flórida, e escreveu o seu romance a mão em um bloco de anotações. Dali, foi direto para a editora. Ouvi dizer que Earl Stanley Gardner simplesmente ditou a novela, e só. E depois houve Hemingway, que procurava uma página perfeita por dia, e não se importava com quantas vezes tinha que reescrever aquela página.

Você pode sentar e espremer uma novela sem fazer qualquer análise preliminar sobre a sua história, as personagens, a época em que a ação tem lugar, a região geográfica ou local onde a ação aparece, e os artigos ou coisas que são importantes na história (como uma espada, um navio, um cavalo, etc).

Você pode simplesmente decidir quantos capítulos, tipicamente 20 capítulos para o gênero romance (detetive, western, romance, etc) você vai querer, e escrever uma sinopse de cada capítulo antes de começar.

Ou você pode simplesmente começar a escrever.

Nesta série de artigos, não quero podar a sua criatividade inata, mas creio que, se você decidir onde, quando, quem, o quê, quais, etc, e fizer isto antes de começar, a escrita do seu romance se desenvolverá mais facilmente, sem "solavancos". Se não fizer isso, você pode terminar com uma grande quantidade de re-escrita e re-edição de texto

Quando você pegar o mote inicial para escrever um romance, provavelmente pensará em personagens, tempo e lugar. Isto é bom. Até que estes elementos estejam definidos, os acontecimentos não podem ter lugar. Mas vamos ficar longe dos problemas, fazendo uma coisa de cada vez. Iremos nos concentrar primeiro nos personagens.

  • Dê um nome ao seu personagem. Não use nomes de pessoas famosas. Pense em um nome que combine com seus personagens. Não chame um vaqueiro de Jean Pierre, ou uma modelo de Maria do Socorro.
  • Especifique o papel do personagem.
    • O personagem é chamado de protagonista, então é o herói (homem ou mulher).
    • O vilão ou anti-herói é chamado de antagonista.
    • Os amigos do protagonista ajudam o herói a alcançar as suas metas.
    • O homem de confiança do antagonista faz o mesmo pelo vilão.
    • Outros personagens preenchem os espaços em branco na cena, como o garoto que engraxa as botas, tanto do herói quanto do vilão.
  • Descreva a aparência física do seu personagem. Você consegue fazer um esboço de seu personagem? Se não consegue, pode ao menos encontrar uma foto deste personagem, que possa pendurar na parede? Essa é uma forma de começar. Como são os cabelos, olhos ou cor da pele de seu personagem? Quantos anos ele tem? Qual é a sua altura? Está com sobrepeso? Tatuagens ou qualquer outro sinal distintivo? Sardas? Marcas de pústulas? Bigode? Óculos? Continue! Como ele ou ela caminha? Desastrada? Feio? Bonita? Ágil? Deficiente? Ligeiro?
  • Descreva o que o personagem gosta e não gosta, e o seu caráter geral Um garoto pode ser jovem demais para gostar de garotas, mas ele gosta de sapos e de cachorros, e gosta de perseguir vacas pelos pastos. Uma garota pode ser jovem demais para gostar de meninos, mas gosta de flores e de nuvens, e caça borboletas. O seu personagem tem algum tabu? Ou tem medo da própria sombra? Você captou a idéia?
  • Descreva o tipo de personalidade de seu personagem. Está sempre feliz? Gosta de circular por aí, ou vive recluso(s)? Ela é do tipo burra? Ele é muito agressivo? Quando você topar com esta personagem, quer ficar e falar ou quer correr?
  • Escreva uma descrição curta ou longa ou a história de sua personagem. Uma breve descrição é adequada para quem desempenha um papel secundário. Os personagens principais merecem mais atenção.
A modelo deslumbrante é a anti-heroína, a antagonista. Ela é alta, magra, cheia de vida, e uma caçadora de ouro. Sua mãe mantinha uma casa de reputação duvidosa, seu pai era um agiota. Ela se encharca de perfume e usa jóias falsas, a menos que possa conseguir as verdadeiras. Ela é uma ladra de lojas, muito embora ganhe um bom dinheiro. Frequentemente sai com roupas que deveria guardar para usar em seus trabalhos como modelo. Os homens a amam, as mulheres a odeiam, até a sua avó a odeia. Ela leva uma arma na bolsa. Na rua, é conhecida como A Puta Que Prende Os Olhos, muito embora boicote os homens em geral.

O vaqueiro (cuja foto está pendurada na parede) é o herói - o protagonista. É conhecido na cidade. Cheira como um cavalo, e masca um pacote inteiro de chiclete de uma vez só. Antes de vir para a cidade ele mascava fumo. Mas, quando cuspiu um pouco de fumo e a cuspida caiu em cima do sapato de um policial, ele resolveu desistir do fumo, pelo menos enquanto estivesse na cidade. Ele se deixa estar no salão de bilhar, e fica cômico destacando-se acima dos outros homens. Em suas mãos, o taco de bilhar parece uma flecha. Ele sempre vence, e aposta cada centavo que tem. Gosta de jogar pôquer, e também sempre vence. Uma vez, acertou uma direita em um vigarista da cidade. O vigarista ainda está no hospital. Ele decidiu que a vida na cidade é muito mais lucrativa do que conduzir boiadas. Ainda usa as suas botas de vaqueiro, mas já está-se metamorfoseando para as maneiras de vestir da cidade. Na verdade, algumas pessoas, à primeira vista, pensaram que ele era apenas um sujeito excêntrico jogando como se fosse um vaqueiro, até que ele abriu a boca e disse "Dia, senhor? Belo dia, não é mesmo?" A partir daí, passou a ser conhecido pelo que era de verdade. Ele trabalha em tempo parcial em uma casa de penhores. Foi assim que conheceu a modelo deslumbrante. Ela não pagou a penhora, e ele a pegou. Ele decidiu não entregá-la. Estão vivendo juntos, e adivinhe quem está corrompendo quem? Ela diz: "Só porque estamos flertando, Chade, não significa que eu o ame. Não significa, nem ao menos, que eu goste de você." Ele replica "Bovinos não preferem um novilho aos outros, Madge. Você é apenas mais uma vaca para mim."

Das duas descrições acima, você pode me dizer quando estes dois personagens viveram? Poderia ser na atualidade ou há uns cem anos, certo?

As anotações acima, na verdade, são escritos preliminares ao seu romance. Você deve fazer esboços do que vai escrever (melhores do que os que viu acima), antes de escrever o romance. Quanto mais deste trabalho prévio você fizer, mais fácil será para você escrever o seu romance.
  • Revele os seus personagens através da ação e dos diálogos. Nunca use descrições como as acima em seu romance. Seus leitores vão preferir o aparelho de televisão. Em vez disso, forneça esta informação lentamente, muitas vezes através do diálogo:
    Madge empurrou uma mecha de cabelos para longe dos olhos e disse, "Chade, passe o leite."

    "Você pode alcançá-lo. Não sou seu escravo." E voltou a polir suas botas.
  • Cuidado com personagens estereotipados. Aqui está uma definição que você deveria lembrar. Estereótipo: uma pessoa ou coisa que está em conformidade com uma idéia ou tipo fixados, ou atribuir características pré-concebidas ou excessivamente genéricas a alguém ou a alguma coisa.
Não use heróis ou heroínas do cinema como modelos para seus personagens. Use pessoas reais, desenvolvidas em sua mente. Um roteirista de cinema pode escapar sem punição por certas coisas das quais você, como um escritor de romances, não conseguirá sair ileso. Alguma vez você encontrou um vaqueiro que fale como John Wayne ou Clint Eastwood faziam em seus papéis no cinema? O que? Você encontrou!

Bem, eu nunca encontrei um que falasse assim. E eu só conheço alguns milhões de vaqueiros!

O que teremos a seguir?

Bem, eu já estou bem adiante, onde não posso mais ouvir você. Eu o encontrarei em Tempo e Lugar Especificados, na Parte II.