Como fazer calibração de pipetas

Nos velhos tempos, as pipetas de vidro não tinham peças móveis e não necessitavam de calibração. Porém hoje em dia a ação mecânica pode corroer as pipetas, apresentar vazamento nos retentores, ou deteriorar nas extremidades. Resumindo, você pode começar com um equipamento topo de linha e acabar com uma medição imprecisa. Assim a calibração de pipeta é um passo fundamental para obter resultados precisos no laboratório. Se você realizar calibração de pipeta com freqüência, é mais fácil detectar problemas numa fase mais precoce.

Quando você decidir a freqüência para realizar a calibração, determine o tempo médio antes da falha. Você deve usar um grupo de pipetas e registrar o quanto tempo decorre até cada uma falhar. Então some todos os tempos, divida pelo número de pipetas e você terá o tempo médio antes da falha. Isto lhe dará uma boa idéia do tempo que cada pipeta permanecerá precisa, e com que freqüência você deverá executar a calibração de pipetas.

Junto com o tempo médio antes da falha, para determinar a freqüência para realizar a calibração de pipetas, tenha os seguintes pontos em mente:

  1. A natureza dos líquidos utilizados na pipetas (É corrosivo?)
  2. Como são armazenadas as pipetas (Elas são armazenadas adequadamente em posição vertical?)
  3. Com que freqüência as pipetas são utilizadas
  4. O grau de precisão exigido (Quanto mais precisão necessária, mais freqüente deve ser a calibração.)
  5. A habilidade do operador de pipeta
  6. As especificações do seu laboratório em particular.
Os fabricantes estabelecem seus próprios limites de tolerância nas pipetas, mas seu laboratório tem requisitos de desempenho únicos. Os limites de tolerância que você escolher serão influenciados por diversos fatores, mais especialmente a habilidade e experiência do operador. Você precisa testar regularmente tanto pipetas de canal único quanto de multi-canais para garantir que esteja trabalhando dentro das tolerâncias definidas. Como regra geral, a maioria das pipetas podem ser calibradas a cada seis meses para funcionarem satisfatoriamente. Se você precisa seguir a Food and Drug Administration ou outras normas rigorosas, então você deve fazer a calibração das pipetas com mais freqüência.

Escolher um fornecedor de calibração de pipetas é obviamente um passo importante no processo. Um bom modo de escolher o laboratório certo é procurar por um que seja certificado a nível nacional ou internacional.