Como dar uma referência negativa de um empregado

Por lei, em muitas regiões, os trabalhadores se beneficiam de muita proteção. Se você der uma má referência, você se expõe ao risco de uma futura ação judicial. Por esta razão, muitos empregadores optam por adotar políticas de referência muito rigorosas, o que por vezes acaba machucando potenciais empregadores que ligam pedindo uma referência.

Quando se trata de dar referências, você pode encontrar um meio termo, que preencha os requisitos legais, e ao mesmo tempo respondem à necessidade de referências honestas.

  • Designe uma única pessoa em sua organização para lidar com os pedidos de referência. Muitas vezes, essa pessoa é alguém de recursos humanos, uma vez que ele ou ela teria acesso às informações pertinentes. Trabalhe com ele ou ela para desenvolver uma política clara de referências, e deixe claro que todos os pedidos de referências serão enviados diretamente para essa pessoa, e ninguém mais.

    Além de assegurar que todas as solicitações são processadas corretamente, isso também irá assegurar a validade das referências. Maus trabalhadores poderão optar por ter amigos como "referências" se suspeitarem que vão ter uma má referência. Se uma empresa sabe que pode ligar para qualquer número de telefone de sua empresa e ser encaminhada para a pessoa que lida com pedidos referência, ele pode estar certo de que é uma referência genuína.

  • Só dê referências às pessoas que estão autorizadas a solicitá-las. Referências só deverão ser divulgadas aos potenciais futuros empregadores que informaram aos candidatos que as respectivas referências serão verificadas. Se alguém liga para solicitar uma referência, pode-se sempre verificar isso. Algumas empresas exigem solicitações de referência por escrito, por essa razão.

    Se suspeitar que uma solicitação de referência não é verdadeira, peça-lhes que faça o ex-empregado entrar contato com você e confirmar se está tudo bem em liberar as informações de referência.

  • Se atenha aos fatos. Alguns empregadores escolhem fazer isto muito literalmente, e quando são solicitados uma referência, eles só confirmam que alguém trabalhou pra eles, e fornece as datas de emprego.

    Se você optar por dar mais informações do que isso, especialmente se você pretende dar uma referência negativa, escolha suas palavras cuidadosamente. Apenas faça afirmações que possam ser factualmente apoiadas, e se você indicar uma opinião, deixe isto claro.

    "Maria foi uma má funcionária", por exemplo, não é o melhor jeito de falar.

    "Na minha opinião, Maria não se adequou ao cargo" seria mais apropriado, e permite que a empresa solicitando a referência peça informações adicionais.

    As informações que você pode fornecer:

    • As datas de trabalho do empregado.
    • Título do cargo do empregado, bem como quaisquer promoções.
    • Quaisquer prêmios ou comendas recebidas.
    • O registro de horários do empregado.

    Informações que você não pode fornecer:

    • Especulações, opiniões, ou boatos.
    • Informação não especificamente relacionada com o desempenho no emprego.
    • Informações que podem comprometer a privacidade do empregado.

  • Não repetir fofocas ou violar a privacidade do empregado. Não é apenas ilegal, é também má conduta. Se atenha especificamente à informação que está relacionada com o desempenho do empregado no trabalho, e não repita boatos ou informações que não são relevantes para a discussão.

    Esteja ciente de que, em muitas regiões do mundo, é ilegal discutir a saúde, orientação sexual, ideais políticos, crenças religiosas, ou situação familiar de um trabalhador. Se você acha que um pedaço de informação não é relevante para o trabalho, é seguro assumir que não é seguro repetir.

  • Não forneça informações que não tenham sido solicitadas. Um pedido de referências não é um pedido de novela. Responda às perguntas de forma concisa e clara, e espere ser perguntado para dar esclarecimentos adicionais.

    Por exemplo, se um possível empregador pergunta se você contrataria alguém de novo, diga "não", ao invés de "não, porque..." Sempre espere ser perguntado para dar esclarecimentos ou informações complementares.

  • Considere usar um formulário de isenção. Um formulário de isenção irá protegê-lo da responsabilidade legal de dar referências honestas. Quando os colaboradores saírem da sua empresa, informe-os de que você só vai dar referências neutras confirmando datas de emprego e nome do cargo, a menos que ele assine o formulário de isenção.


O formulário de isenção também pode ser usado para fornecer referências negativas, de uma forma subserviente. Os empregados que são susceptíveis de obter referências negativas provavelmente têm conhecimento desta situação, e assim eles vão se negar a assinar o formulário de isenção. Quando alguém pedir uma referência nestes casos, é possível dizer que as políticas da empresa só lhe permitem dar referências neutras dos empregados que não assinaram formulários de isenção, permitindo que o requerente tire suas próprias conclusões a partir dessa informação.