Como incorporar um negócio

Os passos para a incorporação de uma empresa podem ser um pouco confusos, especialmente se você é um empresário iniciando no mundo dos negócios. Enquanto o seu caminho para a incorporação irá variar de acordo com sua situação específica, existem alguns passos que todas as empresas devem dar para incorporar:

  • Entenda a incorporação. Existem muitas leis que regem a incorporação. Embora incorporar seja benéfico para muitas empresas, pode ser que não valha a pena o aborrecimento para outros negócios. Muitos estados oferecem diferentes tipos de empresas incorporadas, então entenda os tipos de incorporação disponíveis no seu estado. O site do governo estadual deve ter essa informação. Compreenda a responsabilidade fiscal e implicações da incorporação de seu negócio antes de iniciar o processo.
  • Inicie o processo. Para iniciar a apresentação para incorporação em seu estado, você vai precisar entrar em um acordo com outros fundadores da empresa, que vai estabelecer quem ocupará qual posição no conselho de administração. Então, faça um requerimento à secretária de Estado para registrar o nome do negocio que você deseja usar.
  • Arquive artigos de incorporação e Estatutos. O próximo passo é preparar artigos de incorporação. Você pode escolher lidar com essa papelada sozinho, contratar um serviço especializado em incorporação, ou contratar um advogado para fazer isso para você. Mesmo que você seja você mesmo quem vai cuidar da papelada, sobretudo nesta fase, pode ser inteligente se consultar com o seu advogado. Se você não usar um advogado, pode perder pequenos, mas importantes detalhes, e você pode levar mais tempo para pedir a incorporação. Como parte do processo de incorporação, você também vai precisar de um conjunto de estatutos. Estes deverão ser formulados pelo conselho de administração, e descrever em pormenor a forma como a empresa irá funcionar, bem como as responsabilidades dos acionistas e funcionários. Use uma linguagem clara, mas vasta, para descrever o âmbito da sua corporação no estatuto social, dando o máximo de espaço possível à sua empresa para uma expansão mais tarde.
  • Envie em sua papelada, e obtenha um Certificado de Incorporação. Depois que a Secretaria de Estado recebe a sua papelada, eles vão te enviar um Certificado de Incorporação. Você e os outros fundadores devem assinar este.
  • Comece a operar como uma empresa incorporada. Agora é hora de realizar a sua primeira reunião de acionistas. Nesta reunião, você deverá aprovar formalmente o seu estatuto social corporativo e eleger o conselho de administração da companhia. Finalmente, não se esqueça de seguir as regras de incorporação com exatidão, para que você não seja pessoalmente responsabilizado pelas dívidas corporativas como o proprietário de uma corporação. Isso inclui manter registros financeiros precisos, manter a sua situação financeira pessoal separada das da nova corporação. Depois que sua empresa tiver incorporado, você precisará emitir ações e relatórios anuais. Reuniões anuais para eleger novos executivos também podem ser exigidas. Faça tudo isso do jeito que a lei manda, incluindo manter as atas escritas das reuniões.


Embora a incorporação de um negócio possa parecer complicado, e as leis empresariais são muitas vezes bastante complexas, existem muitas maneiras de conseguir ajuda com toda essa papelada. A Secretaria de Estado pode prestar alguma assistência, e há muitos programas de software e livros para ajudar as pequenas empresas a incorporar.