Como ser um bom marido muçulmano

Em uma época em que divórcios estão aumentando e a maioria dos casamentos está se afundando, jovens muçulmanos felizes, também são difíceis de se encontrar. Mais e mais jovens muçulmanos se encontram gravemente afetados pelo fitnah de ser mais fácil cometer Zina (adultério) do que de se casar. Além disso, uma vez casados, eles enfrentam o fitnah da facilidade de cair, e aproveitar folias casuais pelo celular ou Internet, ao invés de serem capazes de manter um invencível vínculo conjugal ao longo do tempo.

Foram feitos pedidos pelos Irmãos Muçulmanos que leram o meu artigo "Como Proteger a Honra Do Seu Marido Como Uma Esposa Muçulmana", pedindo-me para escrever um artigo detalhando as coisas mais importantes que os homens muçulmanos devem fazer como deveres e obrigações imperativas para com suas esposas. Abaixo está, portanto, uma lista de coisas para homens muçulmanos se lembrarem quando lidarem com suas esposas. Um lembrete importante: essas dicas estão sendo sugeridas tendo em conta os perigos específicos e os riscos que os indivíduos casados enfrentam, como um jovem, hoje em dia. Casamentos hoje em dia precisam ser protegidos com armadura suficiente contra o ataque dos graves fitnahs.

Sempre iguale seu comportamento ao do Profeta Maomé[??? ???? ???? ????] com as suas esposas:

Deus disse no Alcorão: "Você tem realmente no Mensageiro de Deus, um belo exemplo (de conduta) para qualquer pessoa cuja esperança está em Deus e no último dia, e quem se lembra muito de Deus." [Alcorão - 33:21]

O Profeta Maomé[??? ???? ???? ????] negligenciou as falhas das suas esposas, e tolerou seus comportamentos não razoáveis. Os livros de ahadith estão repletos com exemplos de como ele ignorou o que ele não gostava sobre as ações delas, com um sorriso e um paciente silêncio. Uma vez, quando ele ficou muito irritado com todas elas, ele deixou a sua companhia e resolveram não falar com elas por um mês.

Em vez de gritar ou verbalmente reprimir sua esposa por cada erro, simplesmente ignore-a. Se ela está brigando com você ou não está sendo razoável, você sempre pode sair da sala e não responder de volta, que é a melhor estratégia. Quando você ignorá-la por algum tempo, ela vai renunciar voluntariamente o comportamento pelo qual você se zangou.

Trate-a com respeito, especialmente durante intimidade:

Gratificação sexual é a principal razão pela qual os homens se casam, e eles cometem graves erros bem no começo, que causam os maiores golpes à sua relação conjunta. Os homens muçulmanos devem temer Alá no que diz respeito a como lidar com suas esposas durante a intimidade.

Relatou Jabir Bin Abdullah [que Alá esteja satisfeito com ele], "O Profeta [??? ???? ???? ????] não permitiu que as relações sexuais antes de acariciar (a esposa)." [Abu Dawood]

É um triste fato que hoje em dia, quando um homem se casa, ele já viu um monte de pornografia ou cenas sexuais em filmes, cortesia das diferentes formas de mídia disponíveis a ele para satisfazer a sua curiosidade, que envenena sua mente sobre como tratar uma mulher, muito antes de ele realmente levar uma esposa para casa.

O Irmão Muçulmano! Esta moça inocente que você levou para casa não tem afinidade com essa voluptuosa sereia que você vê na TV - ela está vulnerável, inocente e assustada. Portanto, seja gentil e faça-a relaxar, e não causar qualquer dano irreparável por ser precipitado. No Islã, a mulher é uma jóia - uma jóia, que deve ser cuidada e tratada com dignidade e respeito.

Imam al-Daylami [que Alá seja misericordioso com ele] registra um relato sobre a autoridade de Anas ibn Malik [que Alá esteja satisfeito com ele] que o Mensageiro de Deus [??? ???? ???? ????] é relatado ter dito: "Um não deve cumprir a necessidade (sexual) de uma mulher como um animal, ao contrário, deveria existir, entre eles, preliminares de beijos e palavras. " [Musnad Al-Firdaws de Al-Daylami, 2 / 55]

O bom marido muçulmano deve, portanto, esquecer as políticas de marketing da indústria multimilionária voltada à testosterona de de Hugh Hefner, e focar no conselho do Profeta Maomé[??? ???? ???? ????]. Filmes e romances não são as fontes a partir dos quais você deve buscar instruções de intimidade. Além disso, você como um muçulmano deve aprender a respeitar as mulheres em geral, antes de se casar.

Lembre-se que quando uma prostituta chegou a pedir ao Mensageiro de Deus [??? ???? ???? ????] por ajuda monetária, ele ajudou a ela e não tratou-a com desrespeito. E você? Houve momentos em que você já viu ou conheceu uma mulher que o tentou, e você pensou: "vadia", ou "prostituta"? Alguma vez você já usou verbalmente ou mentalmente palavras abusivas, como "vadia", para uma mulher? Você acredita, devido à sua bagagem cultural, que as mulheres são inerentemente do mal; que Eva tentou Adão a comer o fruto proibido, que as mulheres devem ser enclausuradas dentro de casa, porque levam homens à perdição quando saem? Você acredita que as mulheres são inferiores aos homens? Você acredita que as mulheres são a causa básica da prevalência de decadência e pecado? Você grita com sua mãe e irmã por não servir-lhe a comida ou café, quando você poderia pedir a elas? Se assim for, você realmente precisa mudar seu pensamento e atitude em relação às mulheres antes de entrar no casamento, porque um homem, que tenha verdadeiramente entendido a essência dos ensinamentos islâmicos quanto ao tipo de tratamento às mulheres, nunca, nunca responderia afirmativamente às perguntas acima. E se ele o faz, é muito provável que ele vai desrespeitar a sua esposa, e não será capaz de mantê-la feliz.

Mantenha a limpeza e higiene pessoal:

Uma vez a cada duas semanas, apare, raspe ou corte qualquer coisa que cresça em seu corpo. Mantenha o seu cabelo e barba lavados, penteados - cheirando e parecendo limpo.

Utilize o siwak (palito de dente), fio dental, pasta de dentes, spray bucal ou anti-séptico bucal ou para manter a higiene oral. Tome banho diariamente e use desodorantes ou outras fragrâncias fortes para cheirar bom em casa, não apenas na congregação Jum'uah ou Eid.

Lembre-se de que fazer tudo isso é o Sunnah (caminho) do Profeta Maomé[??? ???? ???? ????], que abominava qualquer tipo de odor corporal (boca, axila ou pés) provenientes de si próprio. Use as cores e estilos de vestuário que sua esposa preferir, se o Islã lhes permitir.

Sua esposa é uma fonte de consulta, e não um mordomo ou escravo:


A principal qualidade que os homens muçulmanos desejam em uma mulher, depois de beleza e atratividade física, é que ela seja obediente e servil, e que ela faça suas tarefas precisar pedir, como por exemplo, passar suas roupas, cozinhar suas refeições, ou fazer a lavanderia.

No entanto, é um fato que existe uma diferença de opinião entre os estudiosos islâmicos quanto a ser obrigatório ou preferencial (mustahab) a uma mulher servir o seu marido. A maioria declara ser louvável, mas não obrigatório, embora a maioria mulheres muçulmanas fazem alegremente o seu trabalho doméstico, sem que seja pedido.

O Profeta Maomé[??? ???? ???? ????] fazia os seus próprios afazeres pessoais, e não sabemos de qualquer ahadith em que as suas esposas eram conhecidas por servi-lo elaboradamente. Portanto, o bom marido muçulmano realmente aprecia o trabalho que a esposa faz na casa. Se ela se esquece de uma coisa, ele negligencia e permanece calado. Ele também a consulta em questões importantes antes de tomar a decisão final, por exemplo, nomear seus filhos, mudar de emprego, fazer um investimento, ir viajar, deixar seus familiares se mudarem para a sua casa, ou mesmo em pequenas questões, como o que ela quer pedir quando saem para comer num restaurante. Ele nunca ignora o que ela diz nestas matérias.

Cuide dela durante a gravidez e amamentação:

Homens solteiros geralmente não têm idéia da enorme dor física que Alá decretou para as filhas de Adão. Eles descobrem isto após o casamento, quando sua esposa vai testemunhar cólicas mensais, ou os rigores da gravidez, parto e amamentação. Se nada mais, ele deve aumentar o seu respeito pelas mulheres em geral.

No entanto, alguns homens muçulmanos casados ficam até tarde da noite com os amigos, em clubes, restaurantes, jogos ou em filmes, enquanto que a sua mulher grávida ou recém-mãe fica em casa com o bebê. Eles entregam a responsabilidade de cuidar da esposa para as suas mães ou irmãs. Este comportamento não é adequado, e isso fará com que o ódio se desenvolva no coração da esposa.

O bom marido muçulmano oferece apoio moral e físico extra à sua esposa durante essas fases difíceis da sua vida. Não sinta o seu ego viril inflar se você tem de dar a mamadeira ao seu bebê ou acalmá-lo, enquanto a sua esposa atende a uma criança mais velha ou a suas próprias necessidades genuínas. O marido muçulmano é um pai apaixonado e ativo, e este atributo faz sua mulher amá-lo ainda mais!

Ajude-a no trabalho doméstico:


Ocasionalmente lavar a louça, aspirar os tapetes, fazer seu próprio café ou chá (especialmente se a sua mulher está dormindo ou não está bem), ou cozinhar uma refeição simples irá aumentar o seu status aos olhos da sua mulher e aumentará o amor por você em seu coração.

Contrariamente ao que a cultura asiática dita, fazer tarefas domésticas não o torna um homem afeminado. Isto, na verdade, o torna mais viril e atraente para o seu cônjuge.

Não é preciso dizer que tarefas como fazer compras no mercado no fim de semana, levar sua esposa ao seu médico, que consertar a a torneira ou cortar a grama também deve ser feito por você.

Elogie seu pequenos gestos ou boas características abertamente, especialmente na frente da sua família:


Leva apenas três pequenas palavras para dar a sua esposa um elogio, e não tem que ser todo dia, mas terá um enorme impacto sobre o seu relacionamento conjugal. Estas três palavras poderiam ser "Isto está delicioso", ou "Você está bonita". Além disso, se você elogiá-la com moderação na frente de seus familiares, mesmo quando ela está ausente, isto seria um sadaqah da sua parte. Só não exagere, porque muito elogio tem um efeito negativo.

Lembre-se que sua esposa vai envelhecer e sua beleza morrerá:

Os homens foram programadas por Deus para desejar a beleza das mulheres. No entanto, um sábio homem muçulmano sabe que como tudo neste mundo que reluz, a beleza de sua esposa (ou de qualquer outra mulher, nessa questão), é temporária. Daí, ele se concentra mais nas suas outras importantes e duráveis por mais tempo características boas.

Alá disse no Alcorão:
".. e trate-as (isto é, suas esposas) gentilmente; então se você odeia-as, pode ser que você desgoste de uma coisa enquanto Alá colocou abundante coisas boas nela." [Alcorão - 4: 19]

A maioria dos homens deseja crianças, no entanto, eles rapidamente testemunham de que ter filhos faz o corpo das suas esposas perder a sua forma. Um bom marido muçulmano, portanto, recorda-se que a beleza é de importância secundária, especialmente quando o Shaytaan faz mulheres não-mahrum parecerem mais atraentes para ele. Ele se lembra que o único prazer permanente de observar mulheres perpetuamente bonitas é reservado para as pessoas justas no Paraíso, e sua existência no mundo é fugaz, e uma desilusão do Shaytaan.

Não olhe para outras mulheres:

Daqui resulta que, obviamente, se você quiser fazer seu casamento um verdadeiro sucesso e um refúgio de amor e misericórdia, você deve obedecer o conselho do Profeta Maomé[??? ???? ???? ????] no ahadith abaixo:
Jareer ibn 'Abdullah disse: "Eu perguntei ao Mensageiro de Alá [??? ???? ???? ????] sobre um olhar acidental para uma mulher. Ele ordenou-me a mudar o meu olhar para bem longe." [Al-Tirmidhi]

O Mensageiro de Alá [??? ???? ???? ????] disse: "Ó Ali [o primo dele], não siga um olhada com outro, pois lhe será perdoado o primeiro, mas não o segundo." [Al-Tirmidhi: 2701]

Portanto, não fique perto de homens que cravam os olhos e fazem comentários sobre o corpo das mulheres, que têm uma variedade de amigas mulheres, ou que freqüentam regularmente festas mistas. Mantenha todos os tipos de conversas com as mulheres a uma base mínima, quer no trabalho, ou na Internet, ou em seu telefone celular. Seja profissional quando falar com elas devido a uma necessidade.

Soou chato? Bem, você não pode ser um bom muçulmano, a menos que você se treine a obedecer ao Profeta [??? ???? ???? ????], mesmo que isso vá contra os seus desejos básicos. E ser um bom marido muçulmano só pode ser possível se você é um bom muçulmano em primeiro lugar.

Não utilize o Alcorão e ahadith para estabelecer a sua autoridade:

É muito comum que os homens muçulmanos lembrem mordazmente suas esposas nos primeiros dias após o casamento, dos versos Qur'anic e ahadith declarando sua superioridade e os direitos especiais sobre ela. Os lembretes mais comuns são: o direito do marido de ter até quatro esposas, sem o consentimento da sua esposa; o Hadith, que se a prostração fosse admissível para alguém além de Alá, a mulher muçulmana seria comandadas à prostração do seu marido; o fato de que o Islã dá ao marido o direito exclusivo de emissão divórcio verbalmente, chamá-la para a intimidade sexual, em qualquer momento inoportuno, ou limitar o seu movimento fora da casa, até mesmo para visitar seus parentes de sangue.

Então, muitas mulheres muçulmanas que conheço escutaram de seus maridos no primeiro mês de casamento que elas só poderiam visitar os seus pais por uma quantidade de dias por mês, e elas evidentemente não poderiam trabalhar ou estudar, mesmo que fossem envolvidas nos virtuosos trabalhos ou educação religiosa Da'wah, apenas uma ou duas vezes por semana.

Que o impacto esta ação - lembrar à esposa de seus direitos superiores - têm sobre a menina muçulmana inocente e bem-intencionada que chegou à sua casa? O que ela vai pensar de você, se você disser essas coisas para ela? O que o fato de dizer essas coisas para ela implica sobre você como uma pessoa? Definitivamente, que você, como um homem, é inseguro, e estão usando o seu direito islâmico em uma débil tentativa de estabelecer autoridade sobre ela. Um homem que é auto-confiante e virtuoso nunca utilizaria este método inadequado para tentar ofuscar e dominar a sua esposa. Ele não se sente inseguro em seu status como seu marido; ele não pensa que a única forma de "ter tudo para si" é fazer uma armadilha para ela em sua casa, fazendo-a servir-lhe todos os dias como um mordomo pessoal.

Portanto, um bom marido muçulmano nunca deveria lembrar a esposa do seu estatuto mais elevado, a menos que ele ou ela persistentemente desobedeça-o ou faça ações que são proibidas por Alá. A melhor maneira de fazê-la obedecer-lhe é deixar que ela tenha tudo que deseja - dentro dos limites Islâmicos claro - e centrar-se em dar-lhe, seus direitos, para além daquilo que ela merece. Ela irá então automaticamente se tornará a esposa dedicada, fiel e obediente que você quer que ela seja.

A adesão da sua esposa às obrigações religiosas e sua educação são responsabilidade sua:


Depois de anos de casamento, eventualmente chega uma hora em que a maioria dos maridos muçulmanos não têm idéia de como suas esposas passam os seus dias. Não incomoda-os saber que as suas esposas entediadas fofocam por horas ao telefone, assistem filmes e televisão em excesso, ou perdem tempo fazendo compras, freqüentando almoços femininos ou chás, ou indo do shopping ao alfaiate para obter novas roupas feitas.

Um bom marido muçulmano está ciente de que o ensino laico e religioso da sua esposa é a sua responsabilidade. Ele sabe que Alá irá interrogá-lo sobre o assunto, então ele se esforça para se certificar de que sua esposa ganhe conhecimento do Alcorão e vá a sermões, halaqah's, seminários ou workshops para adquirir conhecimento do Islã. Ele também gasta tempo na sua educação laica, se ela quiser adquirir um diploma.

É imperativo que o marido faça a esposa cumprir as obrigações do Islã, utilizando gentis lembretes e organizando a sua educação sobre o Islã. Ele deve assegurar que ela realize as cinco orações diárias no horário, jejue durante o Ramadã,paga o zakaah pelo seu ouro / prata / dinheiro, e usa roupas modestas com hijab na frente dos homens. Ela também deve ser ensinada a recitar o Alcorão corretamente, e treinada em executar os princípios essenciais islâmicos de construção de caráter na educação dos seus filhos.

Cuidado com ciúmes desnecessários:

Um ponto a salientar é que se preocupar com as atividades e passatempos da sua esposa não justificam espiá-la ou ser desnecessariamente suspeito, arrogante e intrometido sobre sua vida. Deixe que ela tenha uma vida produtiva e intelectual durante o dia. Seu trabalho é o de cumprir sua responsabilidade de sua construção de caráter religioso, mas faça isso lidando com ela da mais bela maneira.

É, evidentemente, uma das mais baixas ações, suspeitar que sua esposa exiba sua beleza ou flerte com outros homens, sem qualquer prova credível. Ciúme patológico é uma doença que destrói o amor entre um marido e mulher. Não misture o louvável "ghiyarah" [proteção contra danos e contra cair em pecado] que os homens muçulmano deveriam possuir sobre as suas famílias, com este veneno que é o ciúmes. Lembre-se que para difamar uma mulher em qualquer forma, é um grave pecado que incorre à ira de Alá.

Mantenha a privacidade dela da sua família:


A maioria dos maridos não podem pagar alojamento separado durante os primeiros anos de casamento, mesmo que este seja um direito da mulher (especialmente se ela vem de uma família abastada), necessitando viver na mesma casa que a família do marido durante alguns anos.

Um bom marido muçulmano deve gerir questões de uma  maneira, com negociações diplomáticas com todos na casa, que a privacidade da sua esposa seja mantida. Isto é especialmente importante quando seus irmãos, tios, primos ou empregados homens habitam livremente dentro da casa, frequentando a mesma cozinha e sala. Muitas famílias trazem sua nora para dentro de casa após seu casamento, sem perceber que a partir de agora, as medidas adequadas devem ser observadas, a fim de acompanhar o conselho do Profeta Muhammad's [??? ???? ???? ????]:

Foi relatado por Uqbah Bin Amir [que Alá esteja satisfeito com ele] que o Mensageiro de Alá [??? ???? ???? ????] disse: "Cuidado ao invadir as mulheres." Um homem do Ansar disse, "O Mensageiro de Alá! E os parentes?" Ele disse, "Os parentes são a morte."
[Sahih Al-Bukhari, Sahih muçulmano]

Este Hadith implica como um marido muçulmano deve ter cuidado sobre os parentes do sexo masculino entrarem na vida da sua mulher, especialmente no seu espaço privado (como o seu quarto). Você como um marido, pode assegurar o seguinte:

- Peça a sua família para não entrar no quarto da sua mulher a não ser que aprove, por exemplo, quando ela estiver deitado, ou se ela está com as portas fechadas.
- Peça a seus irmãos para não ficarem pairando do lado de fora do quarto dela.
- Ninguém deve mexer em seu armário ou bolsas a menos que ela aprove.
- Ninguém deve escutar 'deliberadamente' quando ela está falando ao telefone.
- Se ela foi a algum lugar com a sua permissão, todos na casa não precisam saber onde ela foi e por quanto tempo.
- Sua roupa não deve ser pendurada em um lugar onde os seus familiares do sexo masculino possam ver seu vestuário pessoal.
- Às vezes, deve ser permitido que ela coma refeições na sua privacidade com você, onde ela estará confortável. Note que estudiosos opinam que o marido não pode obrigar a mulher a ter todas as suas refeições com os seus sogros. Se ela o faz feliz, é louvável e recomendável.

Por último, não revele os segredos e assuntos pessoais delas a familiares. Se eles fizerem muitas perguntas, educadamente torne claro que este tipo de comportamento não é correto.

Respeite a família dela:

Nunca degrade ou rebaixe desnecessariamente qualquer de seus parentes, ao aponte suas falhas ou tire sarro deles. Se alguém da família dela não está sendo razoável, por interferir em suas questões ou por intimidá-la contra você, você pode intervir para parar isso. No entanto, seja sempre educado e respeitoso com eles.

Não fique parado se os seus familiares oprimirem a sua mulher:

A sogra faz sua grávida nora cozinhar o pão quente sobre o fogão, enquanto o marido se senta à mesa de jantar, à espera, juntamente com o resto da família. A nora doente é obrigada a trazer a roupa pesada para lavar enquanto ela estremece de dor, mas o marido fica com sua família assistindo TV. A tia vem para uma visita e constantemente critica habilidades culinárias de sua esposa na frente dele, mas ele finge que não ouve. Quantas vezes nós vemos este cenário na nossa família? O que um bom marido muçulmano deve fazer?

Ele deveria levantar-se calmamente e ajudar sua esposa, educadamente dizer alguma coisa em sua defesa, ou pedir para ela parar de fazer o trabalho e assumir ele próprio. Eu garanto que a família pode não gostar desta ação dele, e eles esperam que a esposa de recuse a sua ajuda, mas o marido e a mulher devem ficar juntos como uma equipe. Eventualmente, a mensagem vai ser passada, e os parentes entenderão que sua esposa não é empregada deles, mas um membro da família que deve ser cuidada.

Abra mão da TV à noite:

A média dos maridos muçulmanos passa mais tempo dando atenção à sua TV ou ao seu computador portátil do que a sua esposa. Sim, esposas resmungam. Sim, elas estão cheias de queixas quando você retornar do trabalho, e você prefere deitar-se no sofá para ver o seu programa de TV favorito e uma bebida quente do que o monólogo "chato" dela. No entanto, lembre-se de que isso terá um efeito negativo no seu próprio casamento. Casamento, como sua carreira, precisa do seu tempo, séria atenção e trabalho. Não floresce e prospera por conta própria.

Abrir mão inteiramente da TV tem tido um enorme impacto positivo nas famílias, e nem todas elas são muçulmanos. As pessoas têm testemunhado tornar-se mais produtivos depois que a TV saiu de seus lares, encontrando mais tempo para suas famílias, para divertir-se e para atividades ao ar livre.

Se você não pode remover a TV de sua casa, pelo menos, mova-a para fora de seu quarto! Você vai ver o impacto positivo disso em seu relacionamento conjugal, insha'Allah. Além disso, se sua casa tem vários aparelhos de televisão, reduza-os a apenas um, e mantênha-o na sala da família. Nunca faça a sua refeição enquanto vê algo na TV.

Fique afastado da extravagância e da avareza:

Não é raro que os maridos cedam às demandas desnecessárias das suas esposas - caras férias no estrangeiro, roupas, jóias, um carro novo ou uma casa maior. Alguns vão tão longe que abandonam os seus próprios parentes financeiramente, porque as exigências da sua esposa são sempre as primeiras a serem cumpridas. No outro extremo, assistimos homens muçulmanos que só ouvem os pais sobre como gastar seu dinheiro, e cumprem todas as suas demandas, dão dinheiro a todos os longínquos familiares, mas mantém a sua esposa e filhos em um pequeno quarto por anos a fio, fornecendo-lhes apenas o mínimo para sustentar a sua vida.

O bom marido muçulmano paga o dote inteiro da sua esposa ela (Mahr) na manhã seguinte à sua chegada ao seu lar. Ele dá a ela para que ela gaste com o que desejar, não para o seu pai ou qualquer outro parente do sexo masculino. Além disso, ele mantém um delicado equilíbrio nas despesa com a sua esposa, filhos, pais e outros parentes. Ele não atende às demandas desnecessária de qualquer deles, e é sempre receoso a Alá no sentido de garantir que ele cumpra a responsabilidade de fornecer adequadamente a todos os seus familiares.

Lembre-se que a costela é torta:


Finalmente, o bom marido muçulmano deve ter em mente que as mulheres do mundo sempre vêm com suas deficiências - que são, às vezes, esquisitas, emocional, irracional, mudanças de humor, língua afiada, e propensas a bisbilhotar. Eles têm dois hormônios jorrando em seus corpos, como um resultado do qual seu humor e sentimentos balançam entre extremidades como um pêndulo. Junte com o seu comportamento irracional - as injustas acusações, suspeitas, reclamações, choros, gritos e gritos - por amor a Deus. Lembre-se que Alá a fez dessa maneira - isto é, eis que ela é linda, não se pode ficar sem a sua companhia, a casa parece desolada quando ela sai, mas quando ela está com você, ela exibirá seu traços negativos também. Seja paciente e esqueça-os.

Relatado por Abu Hurairah [que Alá esteja satisfeito com ele], o Mensageiro de Deus [??? ???? ???? ????] escreveu:
"A mulher foi criada a partir de uma costela torta. Se você quiser desfrutar dela, você desfrutará dela enquanto ela ainda é torta. Se você vai tentar endireitá-la, ela vai quebrar."
[Sahih Al-Bukhari, Sahih muçulmano]