Como compreender os benefícios para a saúde da cevada verde

Se a cevada verde soa para você como comida para hamsters ou cobaias, pense novamente. Sendo uma das muitas substâncias tradicionalmente encontradas na culinária asiática, e tendo agora um consumo mundial emergente, a cevada verde tem muitos nutrientes vitais e você pode acabar usando-a em breve.

  1. O que é cevada verde? Para os não iniciados, a cevada verde pode ser tomada como um suplemento em comprimidos, pó ou líquido. Ela pode ser também chamada de grama de cevada. Todos os suplementos de cevada, independentemente da forma, são derivados das folhas das plantas jovens. Desconfie de ingredientes adicionados e desnecessários que podem ser indesejáveis na forma de suco (como o açúcar).
  2. Vitaminas. A cevada verde é uma boa fonte de vitaminas B, C e E. Esta planta pode lhe fornecer mais vitamina C do que o suco de laranja. Além disso, a cevada verde contém mais beta-caroteno do que cenouras, e seu beta-caroteno é mais facilmente digerido.
  3. Antioxidantes. A cevada verde contém uma determinada forma de vitamina E - alfa-tocoferol succinato - cujas qualidades antioxidantes têm sido extensivamente documentadas. Não apenas isso, a cevada verde é a melhor fonte vegetal da enzima dismutase superóxida, um dos antioxidantes mais importantes para a saúde das células que estão expostas ao oxigênio.
  4. Proteínas e aminoácidos. Para quem procura manter um nível saudável de proteínas sem depender de carne, aproximadamente 40% da massa da cevada verde é proteína. O sortimento de aminoácidos na cevada é extremamente grande.
  5. Rica em minerais. A cevada verde não é só uma excelente fonte de proteínas, mas também tem mais cálcio do que o leite - aproximadamente dez vezes mais! O cálcio não é o único mineral disponível na cevada, ela é uma verdadeira mina de ouro de minerais, contendo potássio, manganês, zinco, e em particular uma elevada quantidade de ferro (até mesmo mais do que o espinafre, que é famoso pelo seu teor de ferro).
  6. Fonte de fibra. A cevada verde contém a fibra a-glucana. Pesquisadores estudam a possibilidade de que a a-glucana, presente também no farelo de aveia, pode reduzir os níveis de colesterol.
  7. Clorofila? Alguns têm atribuído à clorofila (responsável pelo pigmento verde das plantas verdes como a cevada) um efeito antioxidante, uma habilidade de curar mau hálito e combater sintomas da fibromialgia. No entanto, existem poucas provas para confirmar estas afirmações.

A cevada verde é definitivamente boa, como vegetal é grande fonte de vitaminas, minerais e antioxidantes, e adicioná-la a sua dieta é uma sábia decisão. Ao invés de pensar na cevada verde como um cura-tudo ou uma substância exótica milagrosa, devemos apreciá-la como um alimento bom e saudável.