Como descobrir as belezas de Roma

Muito bem. Você está indo para Roma! Após ter decidido isso, certamente você é uma pessoa que dá valor à história, artes, cultura e, claro, sorvete! Este artigo é um ponto de partida para uma viagem para descobrir as belezas desta incrível cidade. Roma tem vários ângulos a serem analisados. Esta é uma tentativa de encaixar teses perspectivas em uma guia geral ou, ouso dizer, um meta-guia. Uma vez em Roma, você pode ir e explorar essas sugestões em mais detalhes e planejar o seu itinerário da maneira que quiser.

  • Reserve um hotel próximo à estação Termini. Esta região tem uma bela infra-estrutura para turistas e está perto de tudo. Na estação Termini você sempre pode pegar um ônibus, um táxi ou um trem para outras cidades da Itália, como Veneza, Milão e Nápoles.
  • Visite a Igreja de Santa Maria Maggiore. Deixe o seu hotel e caminhe até à via Cavour. Continue caminhando até encontrar esta surpreendente da igreja. Esta incrível construção é um paraíso para aqueles que gostam de arquitetura, já que ela passou por todos os tipos de influências ao longo dos séculos. A escultura do Papa Pio IX é um trabalho em mármore. Preste atenção em suas vestimentas. Não se esqueça de olhar para o teto. É fantástico. Foi feito com ouro que veio da América do Sul durante o período da descoberta.
  • Entre no Coliseu. Mesmo que você tenha visto documentários, fotografias e vídeos, o Coliseu impressiona qualquer um que entra pela primeira vez. Você quase pode ouvir a multidão ao seu redor. A arena tem uma área subterrânea onde os animais eram detidos para combater com os gladiadores. Olhe para o espaço reservado para o imperador e sua família. Além disso, o gesto de pôr o polegar para baixo... Era uma referência para colocar a espada no chão e liberar o perdedor. Não o contrário, como muitos pensam.
  • Dar um passeio pelo Fórum Romano. O Fórum Romano era o centro da antiga Roma. As pessoas costumavam debater a política e a religião nesta área. Existem muitos edifícios fantásticos. Não se esqueça de prestar atenção ao altar de César, o local da cremação de Júlio César. Os templos de Castor e Pollux também merecem atenção. Olhe para a Assembléia das Virgens Vestais, onde as virgens guardavam o fogo sagrado de Vesta, que jamais poderia extinguir. Os três arcos nesta região merecem uma atenção especial: o arco de Constantino, perto do Coliseu, construído para celebrar a conquista de Jerusalém (preste atenção nas esculturas sobre o arco) e os arcos de Tito e Septimus Severo, dentro da área do Fórum.
  • Seja convidado de Nero no Domus Aurea. Entre no Nero's Golden House (Domus Aurea). A sala principal tinha um teto rotativo onde rosas caiam sobre as cabeças dos convidados. A área onde é hoje o Coliseu foi outrora um lago perto deste magnífico edifício que Nero fez para si mesmo. As pinturas descobertas no interior do Domus Aurea durante a primeira escavação foram encontradas em grutas. Assim, este estilo artístico de animais e seres humanos se tornou conhecido como "grotesco".
  • Suba a colina do Campidoglio. O desenho da praça do Campidoglio e as escadas até o morro foram projeto de Michelangelo. Vá lá para cima e visite o Musei Capitolini. O lobo etrusco com Rômulo e Remo está lá e você não pode deixar de ver.
  • Jogue uma moeda na Fontana di Trevi. É sempre lotado em frente ao chafariz, mas como é uma tradição... você tem que fazer isso! As pequenas ruas ao redor da praça são magníficas para ver. Pare ali para almoçar!
  • Rezar para os Deuses do Panteão. O templo, construído originalmente por Marcus Aripa, o arquiteto do imperador Otaviano (sobrinho de Júlio César, também conhecido como César Augusto) foi muito mais tarde reformado pelo imperador Adriano. É a construção melhor preservada do império. Nós ainda podemos ler perfeitamente a assinatura acima da entrada: "M.AGRIPPA.LFCOS.TERTIUM.FECIT.", que significa: "Marcus Agripa, filho de Lúcio, cônsul pela terceira vez, construiu isso." O sol entrando no buraco no teto, chamado "Rotonda", tem uma vista fantástica. É por isso que a praça é chamada Piazza della Rotonda.
  • Vá até a Piazza di Spagna, no final da tarde. Veja as sofisticadas lojas na Via dei Condoti, como Cartier, Armani, Prada e muitas outras na frente da Fontana della Barcaccia de Bernini. Lembre-se de tomar um cappuccino no tradicional Café Grecco. Não vá embora sem visitar a Igreja de Trinità dei Monti, a apenas alguns passos lá em cima. A vista de lá é única e as pinturas dentro da igreja fazem valer a pena este pequeno sacrifício.
  • Coma uma pizza na Piazza Navona, à noite. Você pode comer lá em meio ao som de canções italianas. Dê um profundo olhar para os três mananciais na praça: Fontana dei Quattro Fiumi, Fontana del Moro e Fontana di Netuno. As esculturas são muito bonitas e a sensação de movimento das figuras humanas e animais são surpreendentes.

    A praça é cheia de artistas e turistas. Há um interessante museu na Pallazzo Braschi, com relevos medievais e barrocos. O edifício é lindo por dentro e você pode ter um belo panorama da praça de uma das janelas do palácio. O edifício da embaixada brasileira também é perceptível.
  • Ir a Roma e não ver o Papa? Você tem que ir ao Vaticano, caso contrário, quem iria acreditar que você foi a Roma? ;-). Comece olhando para a arquitetura da Praça de São Pedro. Ela engloba todos que a adentram. Olhando de cima, tem o formato de uma chave, referindo-se à Chave do Paraíso de São Pedro. O obelisco egípcio na praça e as duas fontes são muito bonitas. Dê um profundo olhar à Praça de São Pedro. Preste atenção no rosto de Pieta (Pedro), no lado direito na entrada. Você nunca esquece. As capelas ao redor do altar principal também são muito bonitas. Examine cuidadosamente os anjos na tigela batismal. O baldaquino de bronze feito por Bernini por cima do altar é incrível.

    No lado direito do corredor fica a entrada para o crypta, onde a maioria dos papas são enterrados, incluindo João Paulo II e São Pedro, abaixo do altar. Existe também um museu de antigas tumbas do período romano (necrópole) recentemente descobertas quando um estacionamento estava em construção.

    Pegue um elevador para ver o teto da igreja. De lá, se você não tem medo de lugares pequenos e está fisicamente preparado para ir lá em cima, você pode chegar à cúpula. É uma maravilhosa vista da cidade de Roma.

    Finalmente, vá para o Musei Vaticani (Museu do Vaticano) e prepare-se para se admirar. É uma pena que eles não alugam colchões na Capela Sistina. É definitivamente a melhor maneira de vê-la. A sala de Raphael logo antes de entrar na Capela Sistina também é muito bonita.
  • Tome um sorvete no telhado do Castelo Sant'Angelo. Este castelo, no Vaticano era o refúgio do papa quando as coisas não estavam indo bem para ele. Existe um corredor chamado Passeto di Borgo, que liga o castelo ao antigo palácio do Vaticano na basílica de São Pedro. Você pode ver a passagem entre as ruas. Este castelo foi originalmente a tumba do imperador Adriano. Os anjos na ponte em frente ao castelo também foram feitos por Bernini. Há um bom restaurante no terraço onde você pode desfrutar de um outro ângulo da cidade, enquanto come um delicioso sorvete italiano.
  • Veja o Império Romano, no Museu Nacional Romano. Este museu é perto da estação Termini e Piazza della Republica. É cheio de esculturas, moedas e artefatos da antiga Roma. Existem também algumas esculturas de bronze, feitas usando uma técnica muito interessante. Você pode ficar face a face com antigos imperadores como Júlio César, Octaviano, Vespaziano, Caracala e muitos outros. Os mosaicos e afrescos também são uma oportunidade única para apreciar arte romana.
  • Explore a Piazza della Republica. A Basílica de Santa Maria degli Angeli e dei Martiri, as galerias e a fonte no centro da praça merecem sua atenção. Entre na basílica de Santa Maria e veja esta extraordinária construção feita entre as termas romanas. A propósito, esta região era cheia de termas (banhos públicos). Por isso é chamada Termini.
  • E quanto às compras no Mercado de Trajano? Trajano foi um imperador que construiu um complexo de lojas consecutivas junto com seu fórum. Foi o primeiro shopping center da história. É muito curioso ver como as lojas foram organizadas e dispostas nos corredores. Parece familiar? ;-)
  • Respire arte na Galleria Borghese. As Esculturas de Bernini no primeiro andar da Galeria Borghese são quase humanas. Apollo e Daphne, David, Plutão e Prosperina são algumas das obras primas de Bernini expostas ali. Pergunto-me se Plutão, Prosperina e Kerberos foram os verdadeiros modelos para a escultura. Paolina Borghese, irmã de Napoleão, foi a modelo para a escultura de Canova chamada Vênus reclinada. Olhe atentamente os detalhes de seu corpo e também ao seu travesseiro e veja se você pode dizer se isso é realmente mármore. O segundo andar está cheio de trabalhos de Caravagio juntamente com muitos outros quadros.
  • Seja uma testemunha do Assassinato de César. No meio do Largo di Torre Argentina, quatro templos foram descobertos durante a demolição dos edifícios antigos. Próximo a esses templos estão as ruínas do Teatro de Pompéia, o local onde o senado romano estava trabalhando durante a reforma do edifício principal na região do fórum. Aqui é onde Júlio César foi assassinado.
  • Visite o Ara Pacis. Após a morte de Júlio César, uma disputa entre Otaviano e Marco Antonio realizou-se para definir quem era o próximo líder de Roma. Depois de muitas batalhas e a participação de Cleópatra com Marco Antonio, Otaviano finalmente ganhou durante a batalha naval de Áccio. Depois disso, Roma enfrentou um período de relativa paz, conhecida como a Pax Augusta. Para comemorar isso, Otaviano, agora Casar Augustus, ordenou a construção de um monumento chamado Ara Pacis (Altar da Paz). Está exposto no Lungotevere em Augusta. Vale a pena visitar.
  • Visite a primeira igreja católica de Roma em Trastevere. A igreja de Santa Maria em Trastevere foi a primeira igreja católica romana. As antigas inscrições romanas encontradas durante a construção da igreja são mantidas ao longo das paredes, juntamente com a arte Bizantina.
  • Alugue um carro e visite os Castelli Romani. É uma região muito agradável a poucos quilômetros de Roma. Existem algumas pequenas cidades encantadas ou "paeses" nesta área. Não perca Frascati e seu famoso vinho branco; Castel Galdonfo, onde o Papa passa suas férias (ele sabe o que há de bom); Ariccia, com a sua famosa ponte (não se preucupe, eles puseram uma rede embaixo dela); Grottaferrata com os seus belíssimos mosaicos Bizantinos no Mosteiro de Santa Maria e muitos outros.
  • Há muito mais para ver. Roma é cheia de surpresas agradáveis. Existem muitos locais não incluídos aqui que você tem que descobrir por si mesmo, como caminhar na Via Veneto, a Galeria Alberto Sordi na Via del Corso, a exposição no interior do Monumento ao Victorio Emmanuelle, e muitos outros. Só vá lá, saboreie e sinta o prazer de se perder nesta fantástica cidade.